Transição para Cosméticos Naturais

O Shampoonete é feito com óleos saponificados e de maneira artesanal, com ingredientes selecionados. Por ser saponificado, é mais alcalino que o ph dos cabelos. Por isso, é preciso um tempinho de adaptação para que o couro cabeludo e fios consigam se adaptar. Essa adaptação pode ser feita da seguinte forma:

- Intercale o uso do Shampoonete com o que você já está acostumada. Ou seja, uma lavagem com shampoonete, outra com o shampoo convencional.
- Nessa primeira lavagem, utilize apenas o shampoonete para entender como o seu cabelo se comporta. O uso de produtos naturais é uma grande conexão com a nossa essência tanto física quanto de alma mesmo ❤️
- Se você sentir que o seu cabelo ficou mais poroso ou seco nessa primeira lavagem, na segunda tente usar uma misturinha de vinagre de maçã com água em temperatura ambiente (3 colheres de sopa de vinagre para um copo de água cheio). O vinagre é ácido e vai selar os fios, além de equilibrar a questão do ph que comentei. Você pode fazer esse procedimento quinzenalmente, mesmo após a adaptação.

Hidratando os fios

- Quando você passa a usar shampoos naturais, o ideal é migrar para condicionadores também, mas aqui somos a favor do uso consciente dos produtos, então o ideal é migrar quando seu condicionador convencional terminar. Nesse período, você pode usar o shampoonete e fazer seu ritual de condicionador normalmente.
- Para hidratação semanal, você pode pingar umas gotinhas de óleo de gergelim (não torrado!) nas mãos, espalhar e aplicar nos cabelos antes de dormir. No dia seguinte, lave normalmente pela manhã os cabelos.

Durabilidade das barrinhas

Nos produtos sintéticos, alguns ingredientes são usados para deixar as barras mais duras e menos suscetíveis ao contato com a água, aumentando a durabilidade do produto. ao usar os nossos bloquinhos, ou outros sabonetes/shampoos naturais, temos a oportunidade de olhar para o momento do banho com novas expectativas 💖

Para te ajudar na missão de fazer o seu bloquinho durar mais, aqui vão algumas dicas:

- corte o shampoonete em 2 ou 3 pedaços e, enquanto você usa uma parte, as outras ficam em local arejado, à sombra, descansando e esperando sua vez de brilhar!

- utilize uma saboneteira em forma de grade, com bastante vazão para a água (uma bucha vegetal também faz o trabalho). isso vai permitir que sua barrinha fique bem sequinha até o próximo uso.

- se o objetivo não for esfoliação, primeiro esfregue a barra nas mãos e use a espuminha para massagear a pele. sabemos que passar o shampoonete direto no corpo é uma delícia, mas faz com que ele termine mais rápido.

- quando sobrarem aquelas lasquinhas, você pode derretê-las em água quente e colocar o líquido em um frasco, ou grudá-las na bucha e ir aproveitando os restinhos com consciência.

Dica extra de uso geral de sabonetes e shampoos em barra

O banheiro possui muitas bactérias pelo ar. Pegue sua barrinha e "lave" um pouco no chuveiro antes de usar, retirando assim as bactérias que ficam grudadinhas nela.